Home > Artigos > Como é feito o vidro laminado?

28.04.2022

Como é feito o vidro laminado?

Você sabe como é feito o vidro laminado? O processo de laminação dos vidros é relativamente simples, ainda mais se comparado com o leque de benefícios que ele proporciona! Resumidamente falando, o vidro laminado é composto por duas (ou mais) folhas de vidro unidas por uma resina altamente aderente e resistente – que será a responsável por trazer flexibilidade à placa e por manter os fragmentos do vidro unidos em caso de estilhaçamento.

A resina mais utilizada na técnica da laminação dos vidros é o PVB – Polivinilbutiral. Os filmes de PVB são reconhecidos por serem foto-resistentes e de alta elasticidade; além de possuir resistência à tensão (tenacidade) e força reconhecidamente elevada. Continuando nossa explicação sobre como é feito o vidro laminado, os vidros laminados com película EVA – outro material alta aderência – ou películas estruturais também são comumente utilizados pelo segmento.

Para fabricar o vidro laminado é feito um “sanduíche de vidro”, que consiste em uma chapa de vidro, resina (PVB, EVA, etc) e outra placa de vidro. Caso o vidro seja multi laminado a montagem segue essa sequência de chapas sendo intercaladas pela resina.  Ainda falando sobre como é feito o vidro laminado, esse conjunto de vidros e resina é submetido a fornos com temperaturas elevadíssimas de maneira controlada, o que faz com que a resina se funda com as folhas de vidro, dando vida ao vidro laminado.

Como são feitos os vidros laminados – Principais características

Dando continuidade ao nosso artigo sobre como é feito o vidro laminado, a técnica da laminação agrega fatores e vantagens singulares ao vidro. Primeiramente, devemos destacar a resistência física elevada, adquirida devido à junção de duas ou mais placas de vidro. Basta ver os vidros blindados, por exemplo, que tecnicamente são considerados vidros laminados e, dentre outras finalidades, utilizados para proteção contra armas de fogo.

Na sequência, lembramos dos fatores de proteção e segurança que a laminação garante aos vidros laminados. Como já comentado, a resina utilizada na composição desse tipo de vidro é altamente aderente e se funde às placas de vidro através do calor. Dessa forma, quando os vidros laminados se quebram, os fragmentos ficam grudados à essa resina e não se espalham pelo ambiente, impedindo a ocorrência de acidentes.

Além disso, mesmo quebrado o vidro laminado é capaz de manter um determinado vão fechado e intransponível até sua manutenção. A peça de vidro laminado se mantém estável até que todas as placas de vidro que compõe a pela se quebre, o que é muito difícil de ocorrer. Não por acaso o vidro laminado é classificado por órgãos nacionais e internacionais como vidro de segurança e exigido em aplicações como coberturas e telhados de vidro.

Ainda explicando sobre como é feito o vidro laminado, é preciso esclarecer que a técnica de laminação do vidro não altera as características naturais do produto, como transparência cristalina. Entretanto, é possível fabricar vidros laminados com cores (com PVB colorido ou vidros serigrafados). Os vidros laminados coloridos são alternativas para criação de destaques e referências visuais enquanto garante a segurança e proteção do ambiente.

Onde usar vidros laminados

Quando entendemos como é feito o vidro laminado, compreendemos que a laminação é uma técnica que pode ser aplicada para criação de vidros laminados com características variadas. Dessa forma este modelo se torna popular ao entregar características específicas, como propriedades acústicas, relacionadas ao conforto térmico, integração de ambientes, destaques visuais, etc. Isso habilita o modelo a participar de praticamente todas as aplicações envidraçadas, como:

– Fachadas de prédios;

– Divisórias de ambientes;

– Portas e janelas (inclusive projetantes)

– Guarda corpo de vidro

– Muro de vidro

– Telhados, coberturas, claraboias, etc;

– Escadas de vidro, pisos, pontes e passarelas;

– Piscina de vidro, aquários

– Visor de zoológico

Em todas essas aplicações a laminação fica responsável por garantir a segurança dos usuários. Vale lembrar em alguns casos o vidro laminado é fabricado com placas de vidros mais resistentes ou até com películas estruturais, a fim de alcançar a rigidez e flexibilidade exigida para participar de uma determinada aplicação. Apenas para enriquecer nosso artigo sobre como é feito o vidro laminado, existem configurações indicadas, inclusive, para regiões em guerra e que sofrem com explosões e bombas frequentes.

A determinação do tipo de vidro ou película estrutural a ser utilizada em um vidro laminado especial ocorre após um estudo detalhado do projeto e finalidades da aplicação. Vale destacar que o uso do vidro laminado na arquitetura e construção civil é regulamentado pela ABNT em suas diversas normas, como a NBR 7199 e NBR 14697. Esperamos que tenha entendido como é feito o vidro laminado e suas principais características!

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.