Home > Notícias > 23º CASACOR GO apresenta tendências de vidros

10.07.2019

23º CASACOR GO apresenta tendências de vidros

Vidros que reduzem o calor e novas possibilidades de espelhos em decoração são alguns dos destaques presentes na mostra de 2019

A 23 ª edição do Casa Cor GO, realizada de 10 de maio a 20 de junho, apresentou 40 ambientes que exibem a sustentabilidade no conceito Planeta Casa, em espaços inspirados em regúfios para conectar-se com a natureza. A Cebrace, maior produtora de vidros e espelhos da América do Sul, marca presença com a linha de vidros de proteção solar para residências Habitat e a linha de vidros para decoração Vivânce em diversos espaços, mostrando o uso do vidro com criatividade e beleza.

Na Fachada Principal, o arquiteto Eduardo Medeiros Neves apresenta um conceito moderno e sustentável com o uso do vidro Habitat Refletivo Cinza, que reduz a entrada de calor em torno de 70% e bloqueia quase 100% dos raios UV no ambiente. O arquiteto representou a individualidade do ser refletido nos vidros, assim como a vida e a natureza integrada ao espaço ao redor.

Já o charmoso Terraço Pôr do Sol, assinado pela dupla de arquitetos Pedro Ernesto e Leandra Castro, priorizou a conexão com a natureza e o bem-estar. O espaço apresenta vidros de proteção solar Habitat Neutro Incolor como protagonistas do guarda-corpo, que resguarda o ambiente com a leveza da transparência, sem expor os limites do projeto.

A arquiteta Mayra Oliveira é a responsável pela Sala de Jantar, onde os vidros Cebrace Extra Clear na adega criaram um charme especial nesse canto favorito do espaço. Já o Espelho Cebrace prata dá profundidade, ampliando o ambiente.

Outro ambiente em destaque é o Kehper, uma galeria de 100m², assinado pela arquiteta Bruna J. Kehrnvald. O espaço oferece uma experiência que enaltece as jóias da marca. O Espelho Cebrace prata foi usado em toda a parede, teto e chão do corredor lateral, criando um efeito visual para uma experiência moderna, interativa e que brinca com as imagens refletidas.

A arquiteta Edmara Cavalcante propôs um espaço para quem busca um descanso físico e mental, um Refúgio Urbano. O vidro Cebrace Extra Clear temperado combina área íntima e social, com jardim vertical e muita luz natural. Todos os elementos propostos pela arquiteta foram pensados para trazer as texturas da natureza, conduzindo para uma experiência sensorial e a um encontro com a sua própria essência.

Uma das tendências mais fortes nos espaços foi o uso de espelhos como revestimento de paredes, biombos e colunas para dar a sensação de amplitude com sofisticação e requinte.

Espelhos são indispensáveis em um banheiro. No ambiente Banheiro Público, os arquitetos Matheus Henrique de Jesus Vieira, Helena Naves Amaral Duarte de Abreu e Nathália Alves de Freitas, oferecem aos visitante a experiência sensorial de uma gruta, como um refúgio do mundo externo. O Espelho Cebrace prata usado como revestimentos nas paredes, destaca a relação de luz e sombra na natureza.

Pensando em obter transparência e integração, Milena Niemeyer escolheu o vidro Cebrace Extra Clear temperado, mais claro que um vidro comum, para a adega com acesso eletrônico exclusivo do colecionador, no espaço Wine and Relax Time. Como revestimento do biombo, o Espelho Cebrace prata trouxe profundidade e elegância ao ambiente. O resultado foi um espaço moderno e aconchegante.

E por fim, o Espelho Cebrace bronze como revestimento nas colunas foi mais um dos elementos de decoração do espaço, criando uma conexão entre os dois lados do ambiente. O espaço Estar Junto, assinado pelas arquitetas Aline Carvalho Albiéri, Márcia Aparecida Albiéri e Fátima Helena Bastos Mesquita, trouxe também o uso do vidro Cebrace Extra Clear temperado nas janelas e porta, integrando do ambiente externo com o interno.

Fotos tiradas por Estúdio Onze&Onze / Augusto Miranda e Leandro Moura.

Texto por CEBRACE / Marianna Bretz e Sabrina Nascimento.

Veja + Notícias

03.07.2020

Tendência: Espelhos decorativos inovam as casas

19.06.2020

Barato com Qualidade não existe

01.05.2020

Arquitetura sustentável em evolução