Dicionário do Vidro

Vidro autolimpante

Conforme o próprio nome sugere, o vidro auto limpante possui a capacidade de eliminar, de maneira autônoma, a camada de sujeira e resíduos que se instalam em sua superfície. Isso acontece porque, durante a produção desse modelo de vidro, uma de suas superfícies recebe uma película especial que age quebrando as moléculas orgânicas, eliminando a poeira.

Para atribuir as características auto limpantes para o produto, a indústria do vidro conseguiu surpreender a todos no segmento. A possibilidade de se limpar automaticamente vem através de reações químicas que ocorrem em um processo denominado de ‘fotocatalítico’, sem esquecer, claro, da grandiosa ajuda da natureza.

Nos vidros autolimpantes, a placa recebe uma película contendo partículas de dióxido de titânio (TiO2). Essa camada especial interage com os raios de sol, mais precisamente com os raios UV (ultra violetas), que reage desintegrando todas as moléculas à base de carbono presente na superfície do vidro. Isso resulta na eliminação total da poeira orgânica.

Para completar o processo de limpeza automática, é preciso que a superfície do vidro seja submetida a um jato de água ou à chuva. A água escorrerá pelo vidro se espalhando por toda a área, levando embora com ela toda a poeira que estava presente na placa de vidro.

Vale lembrar que o tratamento dado ao vidro auto limpante o transforma em um produto hidrofílico (que absorve melhor a água). Apenas para se ter uma noção, os produtos hidrofílicos não deixam formar gotículas de água (como acontece nos vidros normais), de maneira que o líquido se espalha igualmente por toda a superfície do produto.

Ainda comparando aos vidros normais, a água seca mais rapidamente, o que evita manchas no vidro. Vale lembrar que esses vidros especiais possuem altos índices de durabilidade.

Esse cenário é perfeito para utilizar os vidros auto limpantes em fachadas envidraçadas, sacadas, pátios, pele de vidro, envidraçamentos e instalações suspensas, jardins de inverno, janelas, portas, átrios. Também pode ser utilizado em mobiliários externos para facilitar a limpeza e manutenção.

Regiões com alto índice de poluição, como locais próximos de áreas industriais e aeroportos também são fortemente agraciadas com as características do vidro de limpeza autônoma, basta que o local sofra incidência dos raios solares e, consequentemente, dos raios Ultravioleta.

Vidros com características autolimpantes prestam um serviço ao meio ambiente, pois conseguem evitar a utilização intensa de produtos químicos (como detergentes poluentes) ao diminuir a frequência de lavagens, além de gerar economia de dinheiro e de tempo.

Além do mais, quando for preciso realizar manutenções relacionadas à limpeza da estrutura com vidro autolimpante, estas ocorrem de maneira mais rápida, pois haverá menos sujeira depositada no vidro.

Cabe lembrar que o leque de qualidades desse tipo de vidro aumenta quando existe a possibilidade de associá-lo aos vidros que oferecem conforto térmico, conforto acústico e características protetivas, como o vidro laminado e vidro temperado.

Isso demonstra a versatilidade do produto, que poderá oferecer diversos benefícios, como a redução das lavagens da fachada em conjunto com a redução do consumo elétrico e o sossego que os ambientes com conforto acústico costumam oferecer, por exemplo.