Dicionário do Vidro

Vidro duplo

Denominação de estruturas hermeticamente fechadas, compostas por duas ou mais placas de vidro separadas por um espaçador de ar com pó dessecante. Os vidros duplos possuem a função de reduzir os impactos dos ruídos externos, oferecendo conforto acústico eficaz, além de auxiliar na redução da passagem do frio e do calor.

Além da utilização de placas de vidro separadas por um espaçador de ar, a dupla selagem é outro fator que garante a eficácia da estrutura.  Consiste na aplicação de duas selagens, de modo que a primeira impede a troca de gases no interior no espaçado de ar; e a segunda selagem garante a estabilidade de todos os elementos.

Vale lembrar que a dupla selagem não permite o acúmulo de água ou a presença de umidade no espaçador de ar, frustrando o embaçamento das placas de vidro. Além do mais, a estrutura possibilita o uso de persianas entre os vidros, que ficam protegidas do acúmulo de sujeira.

Também conhecidos como vidros insulados, em sua composição pode ser aplicados vidros com características diferentes, amplificando seu leque de utilização. É possível, por exemplo, combinar placas de vidro temperadas e laminadas, para amplificar os predicados de segurança de um determinado ambiente.

Esse cenário possibilita que o vidro duplo vire alternativa para o fechamento de vãos fixos, visores de saunas, portas especiais, coberturas; seja utilizado para garantir a vedação de ambientes climatizados – como os que utilizam ar condicionado e/ou calefação.

Também é indicado para instalação em estúdios de música, edificações situadas em áreas de barulho intenso, escritórios e hospitais. Além do mais, suas propriedades únicas o elegem como ótima alternativa para rádios e escolas de música, por exemplo, bem como qualquer ambiente que necessite de isolação dos ruídos.

Vale lembrar que os vidros duplos podem oferecer funções de conforto térmico, dependendo da sua composição. Além de a câmara de ar entre as placas de vidro servir como isolante térmico, é possível utilizar placas de vidro de controle solar ou vidros refletivos.

Importante frisar que esse modelo de vidro deve ser manuseado por equipes especializadas e altamente treinadas, tendo em vista a necessidade da utilização de esquadrias especiais idealizadas para garantir o máximo de estanqueidade, preservando os desempenhos térmico e acústico dos vidros duplos.

Além do mais, profissionais capacitados se adequarão as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), especificamente a NBR 7199, que estabelece parâmetros e critérios para aplicações de vidro na construção civil, orientando o uso desse material para garantir projetos seguros e funcionais.

Curiosidade: O desempenho acústico pode ser aperfeiçoado com a utilização de vidros mais espessos e/ou laminados. Também é indicado o uso com espessuras diferentes, pois essa ação auxilia na quebra das reverberações sonoras. Para aprimorar a eficiência acústica, pode ser utilizado vidros laminados com resina acústica, o que pode apresentar reduções de até 40 dB.