Dicionário do Vidro

Vidro pintado a frio

 

Placas de vidro pintadas com o auxílio de um compressor (pistola). A principal característica dos vidros pintados a frio é a versatilidade, pois o material permite ser modelado e cortado em medidas exatas antes de ser pintado, garantindo economia de matéria prima e evitando o desperdício de tinta.

Além disso, o mercado vidreiro disponibiliza vidros pintados a frio nas mais diversas cores, fortalecendo os segmentos arquitetônico, de decoração de interiores, indústria dos móveis e eletrodomésticos.

No mercado arquitetônico, o vidro pintado a frio pode ser utilizado em projetos variados, tanto em aplicações internas como em revestimento externos. Sendo assim, o vidro pintado a frio é indicado para cozinhas, dormitórios, salas de estar e de jantar, favorecendo a decoração local e agregando requinte e estética ao ambiente.

Vale lembrar que o vidro pintado a frio não pode ser temperado, pois a pigmentação não suportaria a temperatura elevada do forno de têmpera. Entretanto, é possível pintar uma placa de vidro temperada antes da aplicação da tintura a frio. O processo de pintura frio permite que qualquer folha de vidro com beneficiamento seja pintada.

Os vidros pintados a frio dispensam a necessidade de cura em estufa, de modo que a tinta deve secar completamente em temperatura ambiente antes do vidro ser estocado ou utilizado. Além do mais, a estrutura para fabricar vidros pintados a frio dispensa o investimento em máquinas pesadas e equipamentos especiais, ampliando sua fabricação e, consequentemente, sua oferta.

No geral, a pintura do vidro a frio é realizada manualmente. O profissional move a pistola sempre no mesmo sentido a cada etapa (demão), objetivando a homogeneização das camadas de tinta. Cabe lembrar que, além do vidro pintado a frio, o mercado vidreiro disponibiliza vidros pintados a quente, também muito requeridos pelos segmentos arquitetônicos e de decoração.