Home > Artigos > Pastilhas de vidro, como usar na sua obra?

09.07.2020

Pastilhas de vidro, como usar na sua obra?

Com capacidade de transformar o ambiente, as pastilhas de vidro podem ser utilizadas em diversas obras, dos projetos simples aos mais sofisticados. Saber como usar a pastilha de vidro traz diversas vantagens aos usuários, como aplicação limpa – sem geração de muitos resíduos – e facilidade de manutenção, sem contar a versatilidade e beleza, características intrínsecas do vidro.

As pastilhas de vidro são indicadas para revestir diversos tipos de superfícies. O interessante é que, dependendo da criatividade, é possível mudar os espaços completamente. O modelo da pastilha de vidro (quadrado ou hexagonal) e as cores capazes de serem alcançadas permitem a criação de verdadeiras obras de arte, carregadas de detalhes e tons marcantes. É uma ótima alternativa para quem quer reformar e decorar com muito estilo e sofisticação.

O que fazer com pastilhas de vidro

A pastilha de vidro se diferencia das pastilhas fabricadas de outros materiais (como a cerâmica) principalmente no brilho – que permanece inalterado até mesmo quando está exposto às ações do tempo. Além do mais, a pastilha feita de vidro absorve pouca água e são resistentes a produtos químicos.

Essa condição habilita o elemento a participar da obra de inúmeras formas. Além dos tradicionais usos – como na cozinha e banheiro – o elemento pode dar o acabamento em piscinas, revestir paredes externas e móveis externos (como uma mesa), além de proteger áreas onde é comum a presença de água, como a parte posterior das pias. Não por acaso o uso da pastilha em vidro está cada vez mais popular e acessível.

As ideias de utilização das pastilhas de vidro variam desde ideias simples, como pétalas de flores, folhas, frutas ou aplicada somente em uma cor ou tonalidade; até os desenhos mais sofisticados, como mosaicos detalhados com acabamentos finos e tamanhos distintos. De uma forma ou outra, usar pastilha de vidro na sua obra trará beleza, praticidade e funcionalidade para o espaço.

Como instalar pastilhas de vidro na sua obra

É muito importante que a instalação da pastilha de vidro seja realizada por profissionais habilitados. Apesar de a instalação parecer simples, é preciso criatividade para dispor as peças e ter total domínio sobre o manuseio do produto. A falta de prática no assentamento da pastilha de vidro pode resultar em resultados esteticamente inviáveis, desnivelados ou com as peças desalinhadas.

De certa forma, a instalação das pastilhas segue o mesmo procedimento do revestimento com azulejos, preenchendo os espaços de baixo para cima. Os assentamentos mais utilizados são a argamassa própria para pastilha ou cola para azulejos. A argamassa para pastilhas é a mais indicada, pois ajuda a alcançar um acabamento de primeira qualidade. Uma das vantagens da pastilha de vidro está no fato de ela se adequar a outros revestimentos, o que garante a versatilidade do produto e permite composições esteticamente adaptáveis.

Manutenção

Como praticamente toda peça fabricada a partir do vidro, a manutenção dos revestimentos com pastilhas de vidro é fácil de efetuar – principalmente quando comparado a outros materiais do segmento. Há de lembrar que o vidro não segura sujeira em demasia e nem exige a utilização de produtos específicos para remover o acúmulo de resíduos. Este cenário, além de oferecer praticidade, garante economia de tempo e de dinheiro com o passar dos anos.

É importante adquirir as pastilhas de vidro de empresas sérias, pois peças fabricadas com vidro de má qualidade ou com ausência de polimento podem causar acidentes com ferimentos. As pastilhas de vidrotil, por exemplo, pode cortar a pele se forem mal assentadas, porque seu corte é feito manualmente, o que deixa as arestas levemente irregulares.