Home > Artigos > Vidro Antibacteriano

09.01.2020

Vidro Antibacteriano

O que é o Vidro Antibacteriano

Indicado para hospitais, maternidades, enfermarias, laboratórios e outros ambientes que necessitam de esterilização frequente, o vidro antibacteriano é capaz de eliminar até 99,9% das bactérias presentes em sua superfície. O vidro antibacteriano é eficaz também na prevenção de fungos, inclusive em locais onde as condições favoreçam o desenvolvimento de mofo.

A tecnologia foi desenvolvida na Europa pela AGC, que lançou o vidro antibacteriano agc no ano de 2007. Segundo a empresa, a tecnologia foi certificada por entidades renomadas, como a Universidade de Salford – Grã Bretanha e a Universidade Livre de Bruxelas, da Bélgica. Além do mais, na ocasião o vidro antibacteriano foi contemplado com o Batimar D’or, premiação oferecida para projetos inovadores voltados para o segmento arquitetônico.

A técnica desenvolvida é capaz de eliminar as bactérias da superfície do vidro de maneira autônoma. Segundo os desenvolvedores e detentores da patente do produto, o vidro antibacteriano consegue eliminar até 99,9% das bactérias ao longo do dia (24 horas) graças aos íons de prata presentes na composição do produto.

Tecnicamente, quando a bactéria entra em contato com a prata, seu metabolismo é desativado, o que impede também a sua proliferação. Interessante lembrar que o vidro anti bacteriano garante a eliminação das bactérias independentemente das condições de calor e umidade do local.

Vidro antibactéria – Como é feito

Segundo consta, durante a fabricação do vidro antibacteriano, íons de prata são misturados às camadas do vidro comum. Esse procedimento faz com que a prata interaja com as bactérias e interrompam seu ciclo de reprodução.

Isso acontece porque os mecanismos de ação bactericida da prata tem a capacidade de agredir e impedir algumas funções das células de uma bactéria, dificultando sua replicação e eliminando-a em questão de horas. Os íons de prata causam a precipitação de proteínas, agindo diretamente na membrana de citoplasma da célula bacteriana, exercendo ação bactericida e ação bacteriostática residual.

Não por acaso o modelo está sendo requisitado nos mais diversos ambientes, de residências a empresas, compondo ambientes como cozinhas, refeitórios e restaurantes, elevadores, salas de reunião, recepção e hall de espera, piscinas, vestiários (duchas), spa e outros locais com vasta circulação de pessoas.

Entretanto, o maior beneficiado pelos vidros antibacterianos é, com toda certeza, o setor da saúde/medicina. Como já dito, a tecnologia presente nesse tipo de vidro o torna especial e indicado para compor ambientes que demandem de frequente assepsia, como é o caso de:

– Hospitais e maternidades;

– Enfermarias;

– Salas de cirurgia e UTI;

– Clínicas;

– Laboratórios;

– Salas de esterilização,

– Farmácias e derivados.

Em hospitais e maternidades, por exemplo, além de ser um aliado contra a infecção hospitalar, o vidro antibactéria pode interagir positivamente com a recuperação de pacientes. Quando instalado em portas e janelas, o elemento permite entrada de luz natural para os ambientes, além de trazer o mundo exterior para dentro dos hospitais, tornando mais tolerável o período de internação.

Características do vidro antibactéria

Abaixo listamos algumas dicas, curiosidades e principais características do vidro antibacteriano:

– Além de eliminar as bactérias, o vidro antibacteriano é de fácil limpeza. Sua função antibactericida resiste a todos os produtos de limpeza, inclusive os mais agressivos. Entretanto, a limpeza pode ser feita com detergente, água morna e um pano de algodão.

– Assim como o vidro comum, o vidro antibactéria pode participar de qualquer projeto arquitetônico, seja em áreas internas ou ambientes externos.

– Da mesma forma, não há diferença nas limitações de tamanho entre os vidros anti bactéria e vidros comuns.

– É possível adquirir vidro laminado antibacteriano. A solução ainda pode contar com película de segurança para suspender os estilhaços de vidro nos casos de quebra.

– Esse modelo de vidro pode ser aplicado em espelhos e encontrado em cores diversas.

– Não existe vidro temperado antibacteriano. O processo de têmpera anula as propriedades de ação bactericida.

– O modelo pode ser encaixilhado, isso quer dizer que, além de portas e janelas, vidros anti bacterianos podem compor persianas internas e box de banheiro.

– É possível revestir paredes e móveis com vidros anti bactérias, aliando funcionalidade e valor estético nos ambientes.

A aparência do vidro antibacteriano é a mesma de um vidro sem tratamento. Do mesmo modo, a instalação dos vidros anti bacterianos segue os mesmos procedimentos de instalação dos vidros comuns.

Opinião do especialista

Para o diretor de vendas e marketing da AGC Vidro no Brasil, Denis Ramboux, o vidro antibacteriano já é tendência na Europa, sendo aplicado também em escolas, aeroportos e outros espaços onde a saúde é tratada com destaque. O diretor lembra que o vidro antibactéria pode ser pintado de diversas cores, além de ser confeccionado na forma de espelho, o que torna esse modelo de vidro em um elemento decorativo eficaz na construção de espaços esteticamente harmônicos, seguros e agradáveis.