Home > Artigos > Vidro Curvo

26.12.2019

Vidro Curvo

Vidro curvo

Os vidros curvos são alternativas para projetos arquitetônicos que buscam traços únicos e diferenciados. As características do vidro curvo permite que o modelo seja utilizado em diversos cenários, pois além de inovador, é versátil e garante edificações atraentes, modernas, seguras e carregadas de funcionalidades.

Para projetos que almejam se destacar pela originalidade, o vidro curvo tem a capacidade de inovar e reinventar estruturas. Há de salientar que essas capacidades são estratégicas e muito valiosas nos dias atuais, além de considerar também que cada projeto com vidros curvos será único e personalizado, o que agrega mais valor ao produto final.

Vidros curvos na arquitetura

Esse modelo de vidro traz flexibilidade aos arquitetos, que tem a possibilidade de eliminar as quinas e trazer linhas arredondadas aos seus projetos. Por esse motivo, os vidros curvos geralmente são utilizados em:

– Fachadas;

– Guarda-corpos

– Clarabóias;

– Telhados de vidro;

– Coberturas e outras grandes áreas envidraçadas.

Importante ressaltar que esse modelo de vidro pode receber beneficiamentos, como laminação e têmpera, condições que garantem a segurança das placas de vidro curvo.

Vidro Curvos

Fabricação complexa

A complexidade da fabricação do vidro curvo é, ao mesmo tempo, o que o torna tão especial e também é o fator que limita sua utilização na arquitetura. Os vidros curvos são mais difíceis de serem produzidos porque demanda de mão de obra especializada e da fabricação de moldes (matriz) específicos.

A mão de obra especializada consiste em profissionais habilitados (engenheiros) que sabem como medir vidro curvo e verificam a acessibilidade de determinado projeto; e a fabricação de moldes específicos (ferramental) é parte fundamental no processo de curvatura do vidro.

Aqui lembramos que os caixilhos e perfis para vidro curvo deverão acompanhar a curvatura do vidro, o que demanda cortes e mão de obra específica. A instalação também é complexa e deve ser efetuada por equipes especializadas no assunto, pois é preciso manusear o produto somente com ventosas, além de considerar diversos fatores como dimensão, raio, peso, etc.

Esse cenário torna a fabricação do vidro curvo mais cara, o que infelizmente reflete no projeto final. Os custos de fabricação podem aumentar se forem utilizados vidros com curvaturas diferentes; considere que cada curvatura requer uma matriz personalizada, o que faz com que vidros curvados com dimensões e raios diferentes exijam moldes diferentes, consequentemente.

Como fazer vidro curvo

Junto com a matriz (ferramental), as placas de vidros são encaminhadas para fornos com temperaturas de aproximadamente 650°, onde sofrerão alteração molecular e se adaptarão à curvatura do molde, sem a interferência humana.

Após ser curvado, o vidro é encaminhado para resfriar lentamente; o resfriamento natural do vidro curvo dificulta a aparição de tensões internas. O tempo gasto em todo processo varia de acordo o forno utilizado, com a espessura da folha de vidro e com o grau de curvatura requisitado.

Os cortes e alguns beneficiamentos – como lapidação e laminação – ocorrem antes da curvatura do vidro. O vidro curvo temperado é um caso a parte e sua fabricação acontece através de duas possibilidades. A primeira consiste no rápido resfriamento do vidro curvo assim que sai do forno/molde, como acontece com vidros temperados tradicionais.

O segundo processo existente para fabricar vidro curvo temperado não utiliza matriz (molde). Após o vidro comum ser aquecido nos fornos, ele é submetido a roletes móveis que serão os responsáveis por atribuir a curvatura do vidro – ao mesmo tempo em que resfria a peça.

De olho nas normas

Assim como os outros tipos de vidro, as normas da ABNT também devem observadas na projeção de áreas envidraçadas com vidros curvos. Para isso o mercado oferece vidros com beneficiamentos essenciais para a construção civil, como vidro curvo laminado e vidro curvo temperado.

– Vidro curvo laminado

O vidro laminado curvo combina modernidade e alto grau de proteção. Da mesma forma que os vidros laminados planos, o modelo laminado curvo também é considerado um vidro de segurança, tendo em vista que se quebra de forma segura.

Durante a fabricação do vidro curvo laminado, todo o conjunto – placas de vidro e películas – é encaminhado aos fornos nos moldes, onde serão unidos e curvados, simultaneamente.

– Vidro curvo temperado

Como já comentamos acima, a fabricação do vidro temperado curvo pode acontecer de duas maneiras. De uma forma ou de outra, a preservação contra choques mecânicos e outras características de proteção estarão preservadas, pois assim como o vidro temperado plano, o vidro curvo temperado é altamente resistente e se estilhaça de maneira segura.

– Vidro laminado temperado curvo

Aqui vale ressaltar que é possível unir as principais características dos vidros de segurança acima citados. O vidro laminado de temperado curvo é altamente versátil e ainda mais resistente, também pode ser aplicado em ambientes internos e externos. Assim como os vidros laminados, esse modelo não espalha seus estilhaços pelo ambiente quando quebrado.