Home > Artigos > Como é obtido o vidro laminado?

26.04.2022

Como é obtido o vidro laminado?

O vidro laminado é obtido a partir da junção de duas ou mais placas de vidro através de uma película aderente, como o PVB (Polivinil Butiral) ou EVA (Etileno Vinil Acetato). Esse conjunto é encaminhado à fornos com temperaturas controladas a fim de se difundirem e se tornarem uma única placa de vidro, com resistência elevada (devido à união das placas de vidro) e capacidade de manter os fragmentos presos a si em caso de acidentes seguido de quebra (devido à película aderente intermediadora).

Ainda comentando sobre como é obtido o vidro laminado, o processo de laminação do vidro não interfere nas características intrínsecas do elemento, como estética e transparência, mas vale lembrar que é possível utilizar películas coloridas para a fabricação de vidro laminado com cores. Os vidros laminados coloridos são alternativas para trazer destaques e criar referências visuais sem deixar de lado a segurança e proteção dos usuários.

Quando entendemos como é obtido o vidro laminado, percebemos que a laminação é uma técnica que possibilita a criação de vários tipos de vidros laminados, pois ao alternar e/ou agregar elementos bases é possível criar vidros laminados com características especiais. A técnica de laminação auxilia, por exemplo, na fabricação de vidros acústicos (com película capaz de barras ondas sonoras) ou alguns vidros de conforto térmico (com películas que bloqueiam a entrada de calor).

O vidro laminado geralmente é fabricado com placas de vidro comum, entretanto, podemos atribuir ainda mais resistência ao modelo ao utilizar placas de vidro temperado durante a fabricação (vidro laminado de temperados) ou películas estruturais. Complementando nossa explicação sobre como é obtido o vidro laminado, dessa forma é possível encontrar modelos especiais, como:

Qual a diferença de vidro laminado e temperado

– Vidro multilaminado: Obtido a partir da união de mais de 02 placas de vidro intercaladas por películas intermediadoras de alta aderência. A multilaminação pode ser exigida em algumas aplicações, como em muros para estádios de futebol ou vitrines de lojas, por exemplo.

– Vidro blindado: Considerando sua configuração, o vidro blindado merece destaque nesse texto sobre como é obtido o vidro laminado, pois tecnicamente é considerado um tipo de vidro multilaminado, tendo em vista que a blindagem acontece através da sobreposição de placas de vidro e insumos acomodados entre os vidros para retardar os possíveis ataques.

– Vidros estruturais: Não podemos falar sobre como é obtido o vidro laminado sem deixar de citar os vidros estruturais. Fabricados com películas especiais, algumas – como a Sentry Glas®, com até 05 x mais resistência e 100 vezes mais rigidez que as tradicionais películas de PVB ou EVA. Esse cenário permite, por exemplo, a utilização de placas de vidro menos espessas sem perder em quesitos como resistência e proteção.

Independentemente das configurações do vidro laminado, a principal característica desse modelo está relacionada à proteção e segurança dos usuários. Isso acontece porque, como já comentado, o vidro laminado é capaz de manter os pedaços de vidros presos a si (e à estrutura) e o vão intransponível até sua manutenção. Vale lembrar ainda que o vidro laminado só perde sua estabilidade caso todas as placas de vidro que compõe a peça se quebre, o que é muito difícil de acontecer.

Onde usar o vidro laminado

Considerando as propriedades deste modelo, o vidro laminado é alternativa sempre que o usuário desejar atribuir maiores fatores de resistência e proteção a uma estrutura. Para trazer mais detalhes ao nosso artigo sobre como é obtido o vidro laminado, devido ao seu modo de fabricação o modelo é exigido em alguns tipos de aplicações – conforme determina as normas da ABNT. De maneira resumida, o vidro laminado deve compor, principalmente, estruturas que necessitam que o vão envidraçado se mantenha fechado em casos de estilhaçamento da chapa, como:

– Muro de vidro e divisórias de ambiente;

– Telhados, coberturas, claraboias,etc;

– Janelas projetantes;

– Portas de vidro

– Fachadas de edifícios;

– Escadas de vidro, pisos, pontes e passarelas;

– Piscina de vidro, visor de zoológico, aquários

– Guarda-corpo de vidro;

Dando continuidade ao nosso tema sobre como é obtido o vidro laminado, é importante lembrar que essa lista acima não substitui a leitura clara e objetiva das normas da ABNT, especialmente a ABNT 7199, que dita regras para a utilização de vidros na arquitetura e construção civil. Fique atento, pois arquitetura com vidros é coisa séria.

Espessura vidro laminado

A indústria produz diversas espessuras de vidro laminado. A variação da espessura da placa de vidro pode ocorrer conforme as dimensões do vão a ser fechado, quantidade de chapas aplicadas na composição, finalidade da estrutura e até mesmo a espessura da camada intermediária (PVB, EVA, película estrutural). Dessa forma, é possível encontrar várias espessuras, como vidro laminado 3mm, 6mm, 8mm, 10mm, 12mm, dentre outros.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.