Home > Artigos > Vidro termocrômico, o vidro que muda de cor

06.08.2019

Vidro termocrômico, o vidro que muda de cor

O vidro termocrômico é mais um dos diversos modelos de vidro inteligente privativo disponível no segmento vidreiro. Indicado principalmente para compor janelas, fachadas e para envidraçamento de sacadas, esse tipo de vidro interage com a luz do sol, alterando sua cor – de transparente para escuro – a partir da incidência dos raios solares em sua superfície.

Vidro que muda de cor

A tecnologia presente no vidro termocrômico consiste na aplicação de uma película especial. A matéria base dessa película é composta de dióxido de vanádio (VO2), elemento químico que muda de cor – entre transparente e translúcido – conforme a incidência da radiação infravermelha (aumento de temperatura).

No caso dos vidros termocrômicos, quanto mais intenso e forte os raios solares na superfície do vidro, mais escuro ele se torna – sem a necessidade de esforços ou intervenção humana ou mecânica. Conforme o sol se movimenta, a tonalidade da placa de vidro transita entre o translúcido e o transparente, de modo que a noite (e nos dias nublados) o vidro se mantém totalmente transparente.

Esse é um dos motivos pelo qual o vidro termocrômico vem ganhando espaço no mercado. Apesar de a tecnologia ser considerada nova, esse tipo de vidro é costumeiramente aplicado em vitrines, portas e janelas, sacadas e claraboias, atribuindo características singulares a essas estruturas envidraçadas.

Benefícios do vidro termocrômico

– Economia de energia

Dentre os principais benefícios do vidro termocrômico está o fato de que o usuário consegue aproveitar a luz natural com mais eficiência, diminuindo o uso de luzes artificiais. Além do mais, podem compor projetos de edifícios inteligentes com necessidades de ganho de calor solar passivo. Esse cenário ajuda a reduzir todos os custos associados ao uso de iluminação e climatizadores de ar.

– Conforto e conveniência

Ao equilibrar a entrada de luz, esse tipo de vidro privativo permite eliminar o uso de cortinas e persianas, garantindo visões privilegiadas. A transparência do vidro termocrômico se ajusta às distintas condições climáticas durante o ano todo.

É sempre importante lembrar que a luz do sol interage com o nosso corpo, sensibilizando de forma positiva o nosso humor e organismo, proporcionando bem estar, melhora do sono, alívio do stress, dentre outros.

– Manutenção baixa

Outra vantagem do vidro termocrômico: Demanda de baixa manutenção, pois não utiliza de conexões elétricas ou fiações, como ocorre com os vidros polarizados, por exemplo. Esse cenário poupa o usuário de maiores gastos e contratempos.

Nesse ponto, convém lembrar que, como não requerem fontes de alimentação ou equipamentos de controle, podem ser instalados sem grandes adversidades, igualmente acontece com as janelas tradicionais.

Essas características diminuem o custo total do produto, transformando os vidros termocrômicos em uma atraente opção quando comparado a outras tecnologias do gênero.

Uma possível desvantagem – facilmente contornável – está no fato de que esse modelo de vidro não é um bom isolante térmico – culpa do dióxido de vanádio, presente na película especial responsável pela termocromia do vidro.

Para neutralizar esse problema, os vidros termocromáticos podem ser utilizados em conjunto com vidros low-e ou vidros insulados, que garantiriam ainda mais vantagens, como diminuição do calor, melhor desempenho térmico e conforto acústico. Nessas condições, o mercado vidreiro cogita que o vidro termocrômico consegue reduzir de 20% a 43% o consumo de energia elétrica.

Cuidados na aplicação

As placas do vidro termocrômico precisam ser laminadas ou insuladas laminadas. Também aceitam qualquer tipo de esquadria, independente se for fixa ou móvel (deslizante). Outra particularidade deste vidro está no fato de poderem ser usados encaixilhados.

Um fator interessante está na possibilidade da película termocrômica ser produzida em larga escala e encaminhada a diversas fábricas de vidros pelo mundo, o que permitiria que janelas inteligentes termocrômicas fossem produzidas em qualquer lugar, contribuindo para a popularização do produto.

Atualmente, como a tecnologia ainda é recente, poucas empresas nacionais disponibilizam o produto para o mercado vidreiro. Entretanto, já é possível encontrar placas de vidros termocrômicos em várias cores. De certa forma, o segmento vidreiro aposta na versatilidade do produto para conquistar a confiança dos consumidores.

Vidro inteligente

Existe um potente mercado em crescimento na utilização de janelas que ofereçam controle de luz, com características aceitáveis de desempenho, custo e durabilidade. Pesquisas realizadas durante o desenvolvimento de tecnologias do gênero provou que vidros inteligentes – como o vidro termocrômico e vidro polarizado – não só reduzem como também melhoram os efeitos do ganho de calor solar.

Não por acaso os vidros termocrômicos está dentre as tecnologias inteligentes mais avançadas – por ser também a mais simples – disponíveis no mercado. Estão crescendo em uma velocidade surpreendente, se popularizando em ambientes comerciais, residenciais e lojas do setor.