Dicionário do Vidro

Esquadria de madeira

Estrutura fabricada a partir da madeira, utilizada amplamente na arquitetura e construção civil como elemento de fechamento de vãos e outras aberturas, como portas e janelas, assegurando a proteção contra intrusos e água da chuva, por exemplo.

A madeira, seja no seu estado natural, semi beneficiada e transformada; ou industrializada na forma de esquadrias, por exemplo, constitui o material de construção com maior utilização e versatilidade na construção civil, principalmente depois da utilização desse material associado ao vidro.

Dessa forma, a esquadria de madeira pode possuir baguetes para a fixação das folhas de vidro. Esses baguetes possuirão medidas específicas e geralmente serão fornecidos pré-montados. Vale lembrar que, durante a colocação do vidro, as folgas em excesso devem ser reduzidas com massa de vidraceiro (ou outro selante) antes da colocação da baguete.

Imbuia, mogno, jatobá e angico são alguns dos tipos de madeiras mais utilizadas na fabricação de esquadrias. As esquadrias de madeira costumam ter valores mais acessíveis, facilidade de montagem, execução, estética apresentável, entretanto, dentre as desvantagens, podemos citar a durabilidade do produto e a segurança oferecida.

Geralmente, as esquadrias de madeira são entregues aos interessados já montadas nas dimensões do projeto, com acabamento superficial, travas de proteção entre as folhas e fechos. Se possível, devem receber uma camada de selador para madeira antes de serem chumbadas à alvenaria através de pregos ou grapas, ou fixados em contramarcos colocados na parede previamente.

Curiosidade: Com o passar do tempo a madeira perdeu espaço significativo no mercado, principalmente com o surgimento de materiais alternativos. Entretanto, devido à evolução do segmento, o uso da madeira vem sendo retomado, possibilitando uma grande variedade de modelos de esquadrias de madeiras compatíveis com as exigências do mercado atual.