Dicionário do Vidro

Vidro antivandalismo

O vidro antivandalismo conta com tecnologia especial de laminação. A laminação é composta por duas ou mais lâminas de vidro intercaladas com PVB ou resina especial, dependendo do fabricante. Esse modelo de vidro foi idealizado para conter ataques rápidos com marreta, pé-de-cabra, martelos, facas, pedras, dentre outros utensílios utilizado em tentativas de arrombamento, vandalismo ou roubos.

Dessa forma, o segmento arquitetônico costuma utilizar o vidro anti vandalismo em vitrines de lojas de luxo, casas de câmbio, casas de armas, concessionárias de automóveis, hospitais, relojoarias, lojas de antiguidades, joalherias, ou seja, sempre que for preciso oferecer proteção ao patrimônio ou às pessoas.

A indústria do vidro lembra que esse modelo de vidro está disponível em espessuras variadas – de até 80 mm – e deve ser instalado com a utilização de caixilhos. Além do mais, outras características relacionadas a especificações impactam diretamente no grau de proteção oferecido; dessa forma, é sempre indicado consultar um especialista.

É importante frisar que a espessura e a composição do vidro são dois dos principais fatores do vidro antivandalismo, pois são as características que determinam o coeficiente de resistência da placa de vidro, de modo que, quanto maior for esse coeficiente, maior será a dificuldade para causar danos ao vidro, por mais que sejam empregadas diversas ferramentas diferentes.

Vale lembrar que chapas de vidro com espessura superior a 14 mm já oferecer níveis básicos de proteção antivandalismo. A partir dessa espessura, há um leque de alternativas que podem proporcionar mais segurança aos ambientes, porém, se o vidro for muito espesso, ele pode comprometer a transparência e atrapalhar a visualização através da placa.

A indústria vidreira também oferece placas de coloridas de vidro anti vandalismo. Também é possível encontrar uma película que pode ser aplicada com o objetivo de amplificar o nível de resistência contra arrombamentos.

Por outro lado, o vidro antivandalismo não pode ser composto de placas temperadas, pois como é sabido, vidros temperados se fragmentam por completo quando estilhaçado, liberando o acesso ao vão.

Na legislação brasileira não existe uma norma específica para a composição do vidro antivandalismo. Entretanto, é preciso que as placas que irão compor a peça estejam de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas –  ABNT (NBR 14697 – Vidro laminado).

A ABNT especifica requisitos mínimos e métodos e cuidados necessários para garantir a durabilidade e a segurança do vidro laminado em aplicações arquitetônicas, da construção civil, indústria moveleira, dentre outros.

Dessa forma, para garantir a aquisição de placas de vidro antivandalismo de qualidade é preciso procurar por empresas reconhecidas e líderes de mercado, que utilizem matéria prima de primeira linha e ofereçam garantias plausíveis para seus produtos.

Curiosidade: Diversos profissionais costumam relacionar o vidro antivandalismo aos vidros blindados, entretanto, apesar de ambos serem multilaminados, o vidro blindado possui composição e aplicação diferente, além de ser resistente a projéteis de armas de fogo, diferentemente do vidro antivandalismo. Dessa forma, o vidro blindado é indicado para guaritas, veículos de transporte de valores, residências e automóveis.