Home > Artigos > Quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados?

28.12.2021

Quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados?

Apesar de o vidro ser um dos materiais que apresentam melhores índices de aproveitamento na reciclagem – chegando a 100% – infelizmente não são todos os tipos de vidros que podem ser recicláveis. Modelos como os vidros temperados e espelhos, por exemplo, não devem ser encaminhados para os centros de coleta, pois contém substâncias especiais ou são fabricados com técnicas próprias que dificultam o processo de reciclagem. Abaixo listamos quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados.

Vidro – o que não pode ser reciclado?

Vale lembrar que o fato de os vidros abaixo não serem recicláveis, não quer dizer que devem ser dispensados no meio ambiente. Sendo assim, em caso de descarte, acomode os pedaços ou peças de vidro em materiais de difícil perfuração e identifique o pacote como vidro quebrado, a fim de evitar acidentes com os profissionais responsáveis pela destinação do seu lixo. Veja abaixo quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados:

– Espelhos

Vidros temperados

– Vidros de janelas de automóveis

– Monitor, válvula e tubo de televisão

– Lâmpadas e cristais;

– Pirex, porcelana, refratários e outros tipos de louças

– Lentes de óculos

– Tampas de microondas

– Ampolas de remédios

Alguns vidros da lista acima até podem ser submetidos a um processo de reciclagem, porém, essas técnicas exigem investimentos especiais que inviabilizariam que o vidro voltasse ao mercado com preços acessíveis, ou seja, os benefícios da reciclagem não superariam os custos do processo.

Conheça três exemplos de vidros não recicláveis

Ainda falando sobre quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados, comentaremos com detalhes sobre três modelos populares.

– Vidro temperado: Os vidros temperados não devem ser encaminhados para o processo de reciclagem. Isso acontece porque o modelo, após as etapas, não apresenta o desempenho esperado de um vidro temperado, com resistência elevada e segurança típica, ou seja, o vidro temperado reciclado é de baixa qualidade.

– Espelhos: Os espelhos figuram na lista de quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados devido à sua composição. A camada refletora do espelho é composta por elementos químicos (como o alumínio e estanho) que dificultam a separação da composição vítrea, tornando inviável sua reciclagem.

–  Vidros reflexivos: Basicamente pelo mesmo motivo dos espelhos, os vidros reflexivos não podem ser reciclados. A camada refletiva desse modelo contém elementos químicos que, ou dificultam a separação, ou podem interagir quimicamente durante o processo de reciclagem, trazendo bolhas, fragilidade ou outras falhas para o vidro novo reciclado.

O que fazer com lixo não reciclável?

Destacamos que apesar de figurarem na lista de quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados, estes modelos podem e devem passar por algum processo reaproveitamento ou, no mínimo, não podem ser descartados no meio ambiente de maneira alguma. Isso quer dizer, por exemplo, que é possível:

– Utilizar vidro quebrado para fazer mosaico na parede;

– Aplicar pedaços de vidro na decoração de móveis e louças

– Aplicar no revestimento de parede ou móveis (no caso de pedaços grandes de vidro)

– Encaminhar para empresas especializadas ou órgãos responsáveis;

Em caso de jogar o vidro no lixo, é de extrema importância que os cacos de vidros estejam devidamente embrulhados para evitar acidentes com os catadores ou outros profissionais responsáveis pela destinação correta do seu lixo. Sendo assim, ao jogar o vidro no lixo, acomode os fragmentos em:

– Envolto em papelão ou plástico bolha;

– Dentro de uma caixa de papelão ou caixa de leite;

– Uma garrafa pet.

Complementando nosso artigo sobre quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados, é indicado que o pacote esteja muito bem fechado, de preferência com fita adesiva, além de conter marcação de que contém vidro não reciclável quebrado ali. Isso é importante tanto para a proteção dos profissionais catadores quanto para a separação dos resíduos nos centros de reciclagem.

Conheça os principais tipos de vidros que podem ser reciclados

É importante destacar que o vidro, quando reciclável, pode ser reciclado em sua totalidade e infinitamente, o que significa que 10 kg de caco de vidro resulta em exatamente 10 kg de vidro novo reciclado, e o processo pode ser realizado quantas vezes for necessários. A reciclagem do vidro ainda evita a retirada de mais recursos da natureza e diminui consideravelmente a emissão de gases na atmosfera. Por isso também é importante comentar quais os tipos de vidro que podem ser reciclados:

Vidro plano (janela, porta),

– Garrafas de bebidas (leite, sucos, cervejas, refrigerantes, etc),

– Fragmentos de vidros comuns,

– Pratos, copos e tigelas,

– Potes para armazenamento de alimentos,

– Frasco (remédio e/ou perfume),

A cada 10% de caco de vidro que é agregado no processo de fabricação do produto, evitamos a emissão de CO2 na atmosfera em aproximadamente 05% e diminuímos o consumo de energia em 2,5%. Interessante, não? Esperamos que tenham compreendido quais os tipos de vidro que não podem ser reciclados.

FAQ – Perguntas e Respostas

– Que tipo de vidro pode ser reciclado?

Vidros comuns (vidro de porta e janela), potes de armazenamento de alimentos e garrafas de bebidas estão dentre os tipos de vidro que podem ser reciclados. A lista conta ainda com vidros de pratos, copos e tigelas, etc. O vidro deve estar limpo antes de ser enviado para a reciclagem.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.