Home > Artigos > Vidro líquido, para que serve?

28.11.2019

Vidro líquido, para que serve?

Vidro líquido, para que serve?

Muito utilizado como impermeabilizante e em acabamentos, o vidro líquido se adapta às mais variadas formas e superfícies, protegendo inclusive estofados e outros tecidos maleáveis. Sua composição garante também que a superfície adquira resistência atípica e cria barreira contra diversos elementos, como água, óleo, matérias orgânicas (sujeira), umidade e bactérias.

O vidro líquido recebe esse nome devido à sua composição e aparência cristalina. A junção da sílica, potássio e água dão vida a um líquido especial capaz de impermeabilizar qualquer tipo de estrutura. Vale lembrar que a sílica (dióxido de silício) está presente na areia e é o elemento principal utilizado na fabricação do vidro comum (sólido).

O resultado é um líquido revolucionário que depois de aplicado é 500 vezes mais fino que um fio de cabelo. Esse cenário só é possível porque o produto é fabricado com nanotecnologia que produz moléculas pequenas, tão minúsculas que anulam a passagem de líquidos, pó e outras substâncias.

Isso acontece porque, depois de seco, cria-se uma camada de 100 nanômetros que envolve as superfícies, impedindo a passagem das moléculas grandes (inclusive bactérias), porém, permitindo que superfície ainda respire normalmente.

Além do mais, este produto é dotado de particularidades. Veja abaixo outras características do vidro líquido:

– Não altera a textura dos elementos onde é aplicado;

– Pode ser utilizado em ambientes internos e externos.

– Protege contra os raios UV;

– Não absorve a umidade;

– É fabricado com elementos abundantes no planeta;

Essas características, além de demonstrarem sua versatilidade de aplicação, transformam o produto em um amigo da natureza, totalmente ecológico.

Como usar vidro líquido

Tendo em vista sua capacidade de se adaptar a qualquer superfície, a resina pode ser utilizada nos mais diversos fins, como por exemplo:

Indústria de impermeabilizantes: Utilizado para impermeabilizar cadeiras estofadas, sofás, móveis, cortinas, interior e lataria de automóveis, geladeiras, fogões, tapetes, etc. Vale lembrar que a impermeabilização evita a umidade e dificulta o acúmulo de gordura.

Indústria de decoração de interiores: Como já dito, o vidro líquido pode envolver qualquer superfície, inclusive pedras, vasos, mdf, tecidos e até mesmo os vidros comuns. Essa ação evita manchas e dificulta o acúmulo de sujeira, mantendo o destaque do acabamento por mais tempo.

Indústria de arquitetura e construção civil: Nesse segmento o vidro líquido é amplamente utilizado em várias áreas, como por exemplo:

– Box de vidro;

– Revestimentos de banheiros;

– Janelas e portas de vidro;

– Bancadas e outros elementos da cozinha;

– Paredes e pisos com diversos revestimentos (madeira, cerâmica, etc);

Em todas essas estruturas o produto é responsável por criar barreiras contra líquidos e sujeiras, além de evitar manchas nas superfícies (como no box de vidro) ou o acúmulo de gorduras (como nas bancadas/cozinhas).

Uso na arquitetura

Além de proteger as superfícies dos vidros comuns, é possível constatar outras vantagens do vidro líquido quando utilizando na arquitetura com vidros. Confira abaixo:

– Suporta altas variações de temperaturas – de -30° C a 300° C.

– Não há colas na composição do vidro líquido;

– A nano camada impermeabilizante se adapta aos acabamentos das placas de vidro;

– A camada impermeabilizante diminui a tensão nas superfícies das folhas de vidro comum;

– A proteção resiste a produtos ácidos e alcalinos;

– A durabilidade do vidro líquido varia entre 02 e 03 anos;

– Não altera a aparência cristalina do vidro;

O produto se acomoda nas superfícies porque a física quântica atrai suas moléculas para a superfície a qual está protegendo (Forças de Van der Waals).

Para o segmento de arquitetura, construção civil e decoração de interiores, o mercado disponibiliza alguns tipos de vidros líquidos, como os vidros líquidos de alta viscosidade, alta densidade e vidro líquido spray.

Para aplicação do produto em projetos de médio a grande porte é essencial procurar os serviços de empresas especializadas no segmento. Entretanto, para aplicações caseiras, o Portal ArchGlass preparou umas dicas interessantes. Confira abaixo:

– Cuidado na escolha da resina. Existem resinas flexíveis e rígidas, menos ou mais fluídas que podem se adaptar melhor ao seu projeto.

– Para cobrir superfícies planas, as mais fluídas são indicadas. Já para superfícies com desníveis ou imperfeiçoes (madeira e concreto), a resina mais densa escorre menos, preenche as imperfeiçoes e nivela mais fácil.

– Durante a preparação, siga corretamente as instruções do fabricante. Utilize uma espátula ou outra ferramenta semelhante para misturar os líquidos com mais eficiência.

– Não é preciso selar a superfície antes de aplicar o produto.

– Limpe o ambiente antes de aplicar o vidro líquido para evitar que a poeira grude na resina.

– Se surgir bolhas na camada de resina, um secador de cabelos pode eliminá-las. O calor, além de estourar as bolhas, ajuda a nivelar a superfície.

Não se esqueça de que a ArchGlass Brasil é o seu portal de comunicação entre a arquitetura e o mundo do vidro. Por aqui você sempre encontrará inovação, decoração e design de ponta.