Home > Notícias > Teatro Flutuante na China

19.08.2019

Teatro Flutuante na China

O teatro flutuante foi projetado para ser o principal monumento da cidade de Yiwu, na China. O desenho vencedor apostará no vidro para garantir as formas únicas, aperfeiçoar os recursos dos ambientes e conectar os habitantes com seu histórico rio.

Pensado para ter o formato de um barco imponente navegando nas águas calmas do rio Dongyang, o Yiwu Grand Theater terá a capacidade de transportar os expectadores para uma viagem única carregada de nuances, iluminação e transparências, conforme destacam os arquitetos da MAD Architects, escritório vencedor do concurso internacional realizado para a construção do teatro.

A título de curiosidade, a cidade de Yiwu, província de Zhejiang, não é o destino da maior parte dos turistas que visitam a China a passeio, mas é amplamente reconhecida entre os comerciantes chineses e consumidores do globo. É desta cidade chinesa que sai a maioria dos produtos ‘made in china’ comercializados no resto do mundo.

Yiwu também é popular pelo seu porto e o rio Dongyang. Conforme a história conta, há séculos atrás, era pelas águas de seu rio que circulavam os grandes navios que navegavam pelos mares asiáticos e da Indonésia, ora transportando riquezas, ora guerreando.

Foi nesse trecho da história da cidade, aliás, que os arquitetos da MAD se apoiaram para elaborarem o projeto vencedor. Como já dito, a criação faz alusão a um barco navegando pelo rio, sentindo o vento balançar as suas velas.

O vidro foi eleito para compor um papel de destaque no Yiwu Grand Theater, tanto esteticamente quanto funcionalmente. Com o auxílio do vidro, janelas enormes serão projetadas para simular as velas do navio, que ficarão ainda mais destacadas com as luzes da noite.

O material foi escolhido por conseguir externar a textura, leveza e a transparência de um tecido sedoso. Serão moldados para parecerem que estão interagindo com o vento. Além do mais, o elemento contribuirá com particularidades funcionais ao reduzir o consumo de energia elétrica no local. As cortinas de vidro otimizarão o uso dos recursos elétricos ao permitir, por exemplo, ampla entrada de luz natural aos ambientes interiores.

Segundo os arquitetos da MAD, as velas de vidro permitirão que o sistema de ventilação projetado mantenha o local quente no inverno e fresco no verão, reduzindo o uso de climatizadores de ar, como ar condicionado. No interior do teatro haverá praças e áreas com jardim e muita água.

“(…) Yiwu Grand Theater foi projetado como um monumento para a cidade, que servirá para conectar os habitantes com a orla a partir de uma nova perspectiva. Ao ser concluído, será um local de classe mundial que atrairá visitantes de todo o mundo, colocando a cidade de Yiwu no mapa como um destino cultural (…)”, esclareceram os arquitetos da MAD em uma publicação em seu site.

Elevar a cidade chinesa a um centro cultural é um dos principais objetivos dos governantes locais, que decidiram deixar de ser ‘somente’ uma cidade economicamente forte no comércio internacional e resolveram realizar investimentos para fomentar a cultura do local; a construção do Yiwu Grand Theater é considerado o primeiro grande passo para alcançar esse objetivo.

O projeto vencedor, além de estar em sintonia com o pensamento dos governantes, é esteticamente impecável e foi considerado o mais operacional dentre os projetos apresentados pelas cinco empresas que participaram da competição.

O teatro flutuante de Yiwu está previsto para começar a ser construído no ano de 2.020 e contará com um complexo aberto para todos os públicos, com o teatro propriamente dito – com 1.600 lugares, outro espaço para apresentações menores – com 1.200 lugares e um Centro de Conferências Internacionais – com capacidade máxima de 2.000 pessoas.

Veja + Notícias

16.10.2020

A Importância do selo eureciclo

02.10.2020

Cúpula de vidro compõe museu dedicado ao cinema

18.09.2020

Tijolos de vidro, uma moda que não acabou