Home > Artigos > Que tipo de vidro pode ser reciclado?

16.12.2021

Que tipo de vidro pode ser reciclado?

Apesar de o vidro ser um material 100% reciclável, não são todos os tipos de vidros que podem ser reciclados. Vidros como o temperado, espelho e refratários, por exemplo, não devem ser encaminhados para a reciclagem. Mas afinal, que tipo de vidro pode ser reciclado? Segundo consta, vidros comuns (planos), garrafas, frascos, vidros laminados, copos, janelas, dentre outros, podem ser reciclados sem problemas. Saiba com precisão quais tipos de vidro são recicláveis e quais não nesse artigo!

Conheça os principais tipos de vidros que podem ser reciclados

Antes de falar que tipo de vidro pode ser reciclado, é importante destacar que os altos índices de aproveitamento da reciclagem do vidro é uma das maiores vantagens oferecidas pelo produto. O vidro pode ser reciclado em sua totalidade, ou seja, 01 tonelada de caco de vidro resulta em exatamente 01 tonelada de vidro novo reciclado, lembrando ainda que essa técnica evita a retirada de mais recursos da natureza e diminui consideravelmente a emissão de gases na atmosfera.

Pra se ter uma noção dos números e o quão importante é a reciclagem do vidro para o meio ambiente, há dados indicando que a cada 10% de caco de vidro que é agregado no processo de fabricação do produto, evitamos a emissão de CO2 na atmosfera em aproximadamente 05% e diminuímos o consumo de energia em 2,5%. Interessante, não? Por isso fique atento e saiba que tipo de vidro pode ser reciclado. Elaboramos uma lista com os principais modelos disponíveis no mercado:

– Vidro plano (janela, porta),

– Garrafas de bebidas (leite, sucos, cervejas, refrigerantes, etc),

– Fragmentos de vidros comuns,

– Pratos, copos e tigelas,

– Potes para armazenamento de alimentos,

– Frasco (remédio e/ou perfume),

Uma precaução importante está relacionada no momento do descarte do vidro. O produto deve ser descartado limpo e sem tampas – possíveis rótulos não precisam ser retirados. Conhecer quais tipos de vidro são recicláveis permite que realizemos a separação do material de maneira correta, contribuindo dessa maneira com todo o processo de reciclagem. Dessa forma, além de saber que tipo de vidro pode ser reciclado, é de extrema importância destacar os modelos de vidro não reciclável.

Qual o tipo de vidro não é reciclável?

Como já comentado no começo do artigo, não são todos os modelos de vidro que oferecerão bons resultados no processo de reciclagem. Isso acontece devido às características de alguns tipos de vidros, que quando reciclados podem não oferecer o desempenho esperado (como o vidro temperado) ou possuem pigmentações especiais (como o espelho) que impedem a reciclagem dos cacos. Por isso é importante saber que tipo de vidro pode ser reciclado e qual não.

Sendo assim, abaixo segue uma lista indicando qual o tipo de vidro não é reciclável:

Espelhos

– Vidros temperados

– Refratários – Pirex

– Porcelana

– Tampa de microondas

– Lâmpadas

– Cristais

– Ampolas (remédios).

Em alguns casos até existe tecnologia capaz de realizar esse tipo de reciclagem, porém, por serem tecnologias novas e de acesso limitado, ainda são muito caras, o que tornaria os vidros reciclados em um produto economicamente inviável. Vale destacar, ainda, que o fato de esse tipo de vidro não ser reciclável não significa que deve ser descartado na natureza. A dispensa dos vidros não recicláveis deve seguir os protocolos de separação, com identificação para que a indústria possa dar a destinação correta ao produto.

Quais são os tipos de vidros temperados

Descarte do vidro para reciclagem

Além de saber que tipo de vidro pode ser reciclado, é preciso separá-los de maneira adequada, acomodando os vidros (em pedaços ou não) de maneira segura para evitar acidentes com os profissionais durante o manuseio e destinação do vidro. Os cacos devem estar sem sujeira (terra, pedras, plástico, tampas, etc) pois os componentes químicos desses materiais podem criar bolhas, mudar a cor e até limitar a resistência dos novos vidros. Lembrando que:

– Rótulos de garrafas podem permanecer no material.

– Cuide para os vidros não perfurem o recipiente. Acomode os vidros inteiros ou em cacos em caixas de papelão, garrafa pet, jornal, sacos de pano grosso, caixa de leite, dentre outros.

– Identifique o pacote como vidro reciclável (ou não), pois facilita a separação.

– Encaminhe para o serviço de coleta seletiva mais acessível.

Para finalizar nosso artigo sobre que tipo de vidro pode ser reciclado, é importante destacar a reciclagem do vidro oferece muitos benefícios. Para a indústria vidreira o material facilita a fusão dos ingredientes e torna a fabricação do vidro mais barata. Para o meio ambiente, representa menos emissão de CO2 na atmosfera, menores retiradas de areia dos leitos dos rios e uma quantidade imensa de lixo que não é despejado na natureza.

Reforçamos ainda que existem empresas especializadas em destinar corretamente esse tipo de material. Sendo assim, ao separar os vidros para reciclagem, destine o produto à estas empresas ou profissionais especializados; ou procure pelos programas de incentivo e de coleta de vidro municipal.

 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Conheça nossa Política de Privacidade.