Home > Tipos de Vidro > Vidro Verde: Entenda sobre esse tipo de vidro

22.07.2021

Vidro Verde: Entenda sobre esse tipo de vidro

Frequentemente indicado para fachadas, envidraçamento de sacadas, portas e janelas, o vidro verde é um dos modelos mais solicitados para a indústria vidreira. Os vidros verdes são coloridos diretamente na massa graças a elementos presente em sua composição, sendo considerados um dos modelos mais eficientes para barrar o calor extremo dos ambientes. Vale lembrar que os vidros coloridos na massa tendem a diminuir a luminosidade que entraria no ambiente, se tornando alternativa para decoração de ambientes privativos e confortáveis.

O mercado do vidro oferece modelos de vidro verde em diferentes espessuras e tonalidades. A capacidade de proporcionar o conforto desejado dependerá da combinação da espessura e tonalidade adequados para o projeto. Além do mais, é importante lembrar que as aplicações envidraçadas devem estar em conformidade com as normas da ABNT para garantir tanto a estética quanto a segurança da estrutura, razões pelas quais sempre devemos contratar equipes especializadas no assunto.

Conheça mais sobre

Com estética diferente do vidro incolor, o vidro verde é opção para trazer singularidade a diferentes projetos. Além da aparência única, esse é um modelo de vidro que apresenta bom desempenho no bloqueio de calor externo e barra uma porcentagem da luz natural que entraria em um ambiente. Isso acontece graças à sua pigmentação, que impede a maior parte da radiação infravermelha e raios UV, responsáveis pelo aquecimento do ambiente e desbotamento de tecidos, por exemplo.

Dentre as vantagens do vidro verde, destacamos que ele harmoniza com facilidade com ambientes de tons suaves e pode ser aplicado para proporcionar ambientes privativos e confortáveis. Por esse motivo os vidros verdes são alternativas para compor:

– Portas e janelas

– Divisórias de ambientes

– Fachadas residenciais e prediais

– Envidraçamento de sacadas

– Decoração de ambientes (prateleiras, objetos, tampos de mesa, box de banheiro)

– Revestimento de paredes

– Revestimento de móveis

É importante destacar que esse tipo de vidro é colorido na massa, ou seja, não se trata de um vidro serigrafado ou vidro pintado a frio. Isso faz com que exista diferença na coloração conforme a espessura das placas de vidro, de modo que, quanto mais espesso, mais escuro o vidro será e vice versa. Esse cenário exige, por exemplo, a utilização de placas de vidro da mesma espessura nas aplicações a fim de eliminar diferenças de tonalidades.

Porque o vidro fica verde?

Os vidros coloridos na massa, como é o caso do vidro verde, ganham suas tonalidades graças à elementos distintos presentes em sua composição. Os vidros verdes costumam ser fabricados com cromato de ferro oxidado, além de possuir outros elementos adicionados à massa vítrea, como cobre, ferro e cromo. Esses ingredientes trazem a tonalidade esverdeada e a capacidade de barrar parte da luz do sol e temperaturas extremas. Não é por acaso, por exemplo, que algumas embalagens de bebidas e alimentos são fabricadas de vidros verdes.

Vidro verde ou incolor

Escolher entre o vidro verde e o incolor é uma das grandes dúvidas dos usuários. Apesar de diferentes esteticamente, vale lembrar que é possível alcançar funcionalidades semelhantes em ambos os vidros, basta optar pelo modelo com a tecnologia correta, tendo em vista que o mercado oferece vidro incolor com conforto térmico e/ou conforto acústico.

Visualmente falando, há cenários onde um modelo se adaptará com mais facilidade do que o outro, sendo assim, a escolha pelo vidro verde ou incolor dependerá da acessibilidade e desejos dos usuários. Veja abaixo algumas combinações e aplicações corriqueiras para o uso de vidros verdes na arquitetura.

– Com aluminio preto, branco, bronze ou fosco

– Para box de banheiro

– Jateado (com pelicula jateada)

– Para mesa (tampo de mesa)

– Para janela

– Para sacada

– Para fachada

Como já comentado, este é um modelo de vidro que harmoniza com mais facilidade com decorações de cores suaves e neutras. Em decorações com cores chamativas talvez o vidro incolor seja melhor aproveitado, tanto para trazer destaque quanto para imergir na decoração do local. Em caso de dúvidas, consulte um especialista no assunto!

Vidro Verde

Vidro verde temperado

Dentre os beneficiamentos possíveis de serem aplicados nos vidros verdes está a têmpera. O vidro verde temperado amplifica a resistência das estruturas e, por ser considerado vidro de segurança, são opções para diversas aplicações na arquitetura conforme ditam as diretrizes da ABNT. Destacamos que o vidro verde pode receber outros tipos de beneficiamentos, como laminação, espelhamento (vidro temperado verde espelhado), vidros duplos, etc.

Lembramos também que qualquer aplicação com vidros deve ser administrada por equipes responsáveis e capazes de manter todo o projeto dentro das normas da ABNT. Esse cenário, além de garantir a estética e o máximo de funcionalidade que a estrutura pode oferecer, ainda traz segurança aos usuários e amplifica a vida útil do projeto.

Veja + Tipos de Vidro

22.07.2021

Vidro Verde: Entenda sobre esse tipo de vidro

01.07.2021

Vidro Plumbífero: o que é e onde usar?

24.06.2021

Vidro anti chama